Como passar no CRC de primeira?

Para quem sonha em ingressar na carreira contábil e seguir carreira como Contador, o Exame de Suficiencia CRC pode ser um obstáculo.

Mas, para quem está iniciando a preparação em busca da aprovação, preparamos um material único, com tudo o que você precisa saber para se dar bem na prova CFC e conquistar o registro profissional.

Índice de aprovação do Exame do CRC

Para se ter uma breve noção da seriedade e do nível de exigência cobrados pelo exame de suficiência contábil, já que esta é uma dúvida recorrente entre os participantes, vamos analisar o resultado estatístico divulgado referente a 1ª edição do exame aplicado em 2019.

Na ocasião, 36.150 candidatos compareceram para a realização da prova. Desse total, apenas 34,93% foram aprovados, perfazendo o total de 12.626. Quanto aos reprovados, o índice foi de 65,07%, o que corresponde a 23.524 candidatos.

Ao analisar esses dados é possível compreender a importância de se contar com uma boa preparação desde o início, o que inclui uma graduação em instituição reconhecida pelo MEC e apoio de um curso exame de suficiencia crc.

O que cai no Exame do CRC

A prova do cfc exame de suficiência, que é realizada duas vezes ao ano, é composta por 50 questões objetivas de múltipla escolha, que abrangem todo o conteúdo programático desenvolvido durante o curso de Ciências Contábeis.

Com valor de um ponto para cada questão, a aprovação é considerada para quem acertar, ao menos, 25 questões, totalizando assim 25 pontos.

Tendo como base ainda o 1º exame de 2019, abaixo, é possível visualizar a lista de conteúdos e proporção de questões aplicadas na prova.

– Auditoria Contábil – 2 questões

– Contabilidade Aplicada ao Setor Público – 3 questões

– Contabilidade de Custos – 4 questões

– Contabilidade Geral – 17 questões

– Contabilidade Gerencial – 2 questões

– Controladoria – 1 questão

– Legislação e Ética Profissional – 4 questões

– Língua Portuguesa Aplicada – 2 questões

– Matemática Financeira e Estatística – 2 questões

– Noções de Direito e Legislação Aplicada – 3 questões

– Perícia Contábil – 2 questões

– Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade – 4 questões

– Teoria da Contabilidade – 4 questões

Como estudar para o exame do CFC

Agora que você já sabe como funciona o Exame de Suficiência, precisa entender como estudar para o CRC e conquistar a tão sonhada carteirinha do Conselho Regional de Contabilidade.

Em primeiro lugar, podemos destacar que uma boa preparação é o primeiro passo!

Ao contar com a ajuda de profissionais especializados, por meio de curso preparatorio para exame de suficiencia crc, você terá a sua disposição todos os conteúdos necessários para sua aprovação, e assim, não perde tempo estudando com materiais desnecessários e intermináveis.

Para que você não tenha dúvidas na hora de escolher o curso mais adequado, separamos abaixo alguns diferenciais importantes que podem impactar diretamente no seu desempenho.

Professores

Ter um time de professores gabaritado, com ampla experiência quando o assunto é Contabilidade é um enorme diferencial e deve ser levado em conta no momento de você escolher o seu curso online.

Videoaulas

Nos dias de hoje o tempo é um dos bens mais valiosos que uma pessoa possui. Por isso, assistir videoaulas é o método mais rápido e eficiente de consumir todos os conteúdos necessários até o dia da prova, pois elas irão resumir tudo o que você precisa saber, permitindo assim uma preparação dinâmica. Atualmente, no mercado educacional, existem diversas opções para todos os bolsos.

Plano de Estudos

Escolha sempre um preparatório que disponibilize videoaulas em formato de plano de estudos. Assim, basta que você siga o cronograma criado e automaticamente irá se preparar da melhor forma. Lembre-se, seu tempo é precioso e não deve ser desperdiçado.

Questões Resolvidas

Estudar a teoria é essencial, e embora seja importante tê-la em mente, é preciso também praticar bastante.

Uma maneira excelente de revisar o conteúdo é treinar respondendo as questões das edições anteriores. A prática, além de relembrar os conteúdos teóricos, serve como termômetro, medindo o seu desempenho e capacidade de aprendizado.

Agora que você já sabe tudo sobre o CFC, esperamos que se dedique ao máximo nos estudos e conquiste a tão sonhada aprovação e habilitação profissional.

Gestão de recursos humanos onde posso trabalhar?

Em primeiro lugar é muito importante saber que um tecnico em recursos humanos, formado em um curso de gestão de recursos humanos trabalha com técnicas e habilidades que tem o objetivo de desenvolver e potencializar o capital humano de uma empresa.

A gestão de rh capacita o profissional para o gerenciamento dos comportamentos, aproveitando os diferentes talentos e características dentro de uma equipe de colaboradores. Esse profissional tem a função ainda de selecionar, gerenciar e conduzir os colaboradores em relação aos objetivos da organização.

 

Curso de recursos humanos

Para atuar com gestão de rh é necessário realizar uma faculdade de gestão de recursos humanos, que em geral dura dois anos, tanto no ensino a distância (EAD) ou presencial. A grade curricular inclui matérias de filosofia, sociologia, empreendedorismo, língua portuguesa, economia, legislação, direitos humanos, administração, comportamento organizacional, educação ambiental, direito do trabalho, liderança, ética, cargos e salários, recrutamento, avaliação de desempenho, segurança do trabalho, treinamento, entre outras.

Além de possuir a formação teórica o profissional com diploma de um curso de recursos humanos, precisa conhecer todas as esferas que envolvem o negócio da organização. Isso se deve ao fato de que ele precisa ter a capacidade de realizar uma previsão de tendências futuras, bem como criar e desenvolver estratégias eficazes para motivar e engajar setores e colaboradores de toda a organização.

Para conquistar uma boa posição no mercado de trabalho também é importante que o profissional de gestão de recursos humanos fique sempre atualizado em tudo que envolve sua profissão. Deve estar atento as mudanças e tendências sociais que o cercam, pois somente dessa maneira o gestor dos recursos humanos conseguirá contornar os desafios diários do trabalho de gestão e obter resultados satisfatórios, tanto para ele como profissional da área como para a organização em que atua.

 

Mercado de trabalho na gestão de recursos humanos

Um profissional de gestão de recursos humanos pode atuar em pequenas, médias e grandes empresas, startups, e também realizando consultorias externas. As principais áreas de atuação são recrutamento e seleção, técnico de segurança do trabalho, analista, supervisor, gerente e diretor de recursos humanos. E quando falamos nos valores financeiros, é possível afirmar que o salário médio dependerá do porte da empresa. Por exemplo, em uma organização pequena ou de médio porte o valor fica em torno de R$ 13,2 mil a R$ 17,5 mil por mês. Por outro lado, o vencimento para profissionais de gestão de recursos humanos que atuam em uma grande organização pode receber vencimentos mensais próximos dos R$ 28 mil.

Para quem obtém o diploma de um curso de gestão de recursos humanos e pretende atuar na área é necessário saber que a comunicação é muito importante em todos os níveis hierárquicos da instituição. Não basta apenas saber como se expressar e possuir também uma boa oratória, é preciso ter a capacidade de ouvir também. Com essas características específicas, com toda a certeza o profissional de recursos humanos conseguirá agregar os interesses da empresa e dos colaboradores que estão inseridos neste universo.

O gestor de rh trabalha com a criação de novas estratégias, sempre prezando pela criação e implantação de procedimentos internos adequados a realidade de uma organização. Esses procedimentos são muito importantes para garantir a melhora no clima organizacional, seja de um setor ou da organização como um todo. Também é muito importante que o profissional da área de recursos humanos esteja sempre atento ao autoconhecimento, para que dessa forma possua a confiança necessário para realizar o processo de tomada de decisões.

Como já mencionamos anteriormente, um bom profissional de recursos humanos precisa estar em constante busca por capacitação para ter uma carreira de sucesso como gestor desta área que é tão importante dentro de uma empresa. E para se manter atualizado, o profissional de recursos humanos pode procurar por cursos, treinamentos, palestras, seminários, workshops, webinars, para ficar sempre por dentro de todas as mudanças que envolvem o mercado, as pessoas e as novas tendências em recursos humanos.

A resiliência também é uma característica de suma importância nesta profissão, pois a gestão de pessoas é uma atividade dinâmica, que exige adaptação rápida quando surgem novas situações. Fique sabendo que com colaboradores satisfeitos todos os setores trabalham melhor e os resultados começam a aparecer.

Onde se aplica a ciência da computação?

A ciência da computação é uma área que possibilita ao profissional trabalhar com elaboração de programas de informática, e também realizar análise de necessidades de uma empresa para desenvolver softwares e aplicativos. E isto se vale para opções simples, como contadores de caloria até programas mais complexos como os usados para gerenciar a produção de uma multinacional.

Quem escolhe um curso superior na área de informática com toda a certeza terá na grade de disciplinas fundamentos da computação, eletricidade e matemática. É necessário ter boa capacidade de raciocínio abstrato e lógico, e ainda estar preparado para realizar muitos cálculos. Durante os anos de faculdade o estudante terá contato também com linguagem de programação, sistemas de harware e software, banco de dados, redes, robótica e computação gráfica.

O profissional formado em um curso ciencia da computação tem a função de oferecer assistência aos usuários, realizar a manutenção de computadores e também de conexões de rede e internet. Quem obtém o diploma de faculdade ciencia da computação também pode implantar e gerenciar bancos de dados, e ainda realizar instalação e manutenção de sistemas de segurança da informação.

 

Área de atuação da ciencia da computação

Ao cursar ciencia da computação ead o aluno poderá aplicar seus conhecimentos para atuar em áreas que envolvem:

  • Banco de dados (desenvolvimento de programas de computador para organizar, classificar e indexar informações);
  • Desenvolvimento de softwares e aplicativos (trabalhando na elaboração de programas, como por exemplo jogos de computador e de videogames);
  • Marketing e vendas (realizando a divulgação e venda de softwares e hardwares, e também analisando o planejamento de novos produtos e serviços);
  • Suporte (fazendo assessoria de usuários para adquirir equipamentos e programas, e também a manutenção em sistemas e redes de computadores).

O cientista da computação, como é chamado o profissional que fazer um curso ciencia da computação, pode atuar ainda com sistemas de informação e no desenvolvimento de programas específicos. Neste caso, é importante conhecer tudo sobre datacenter, segurança cibernética, big data, nuvem, internet das coisas e mobilidade.

Outra possibilidade muito lucrativa nos tempos atuais para quem atua em ciencia da computação é trabalhar com aplicativos para smartphones. Para isso o profissional deve conhecer bem as plataformas móveis mais populares: Android e iOS. Na atualidade quase tudo pode ser resolvido por meio de aplicativos: desde os processos bancários, até o uso de carros de transporte e também a comunicação por vídeo chamada – cada vez mais usada, tanto por empresas como por familiares que residem em cidades, estados ou até mesmo países distantes.

Por fim, o cientista da computação pode se dedicar a área de arquitetura de dados (suporte para websites, intranet e comunidades online) ou exclusivamente com análise de problemas para oferecer soluções de gerenciamento de dados de uma organização. Em uma multinacional por exemplo, desde o controle de entrada de pessoas, a informatização dos processos de recursos humanos (como a folha de pagamento) e até mesmo a integração entre os setores, dependerá do bom funcionamento dos sistemas informatizados.

Qual é a carga horária do curso de Serviço Social?

Está pensando em iniciar um curso de serviço social a distância, fique sabendo que primeiramente é importante escolher uma boa faculdade de serviço social ead. O Ministério da Educação (MEC) determina que o curso de Serviço Social seja oferecido com uma carga mínima de 3.000 horas. Portanto, para cumpri-las, você precisará ficar pelo menos quatro anos na instituição de ensino.

Essa determinação de duração de quatro anos válida para todas as faculdades autorizadas pelo governo a oferecer o curso de Serviço Social. Mas é bom lembrar que a graduação em serviço social pode ser cursada em apenas um período do dia, ou seja, você terá aulas matutinas, vespertinas ou noturnas. Isso é bom! Te dá possibilidade de conciliar os estudos com uma atividade remunerada durante todo o curso.

Mesmo que você opte pelo curso de serviço social a distância, nessa modalidade a duração também é de 3.000 horas, ou seja, quatro anos de curso. Porém, neste caso você conseguirá estudar de onde quiser, em seu próprio tempo, conciliando inclusive a faculdade de serviço social ead com emprego, trabalhos domésticos, atividades físicas, tempo para lazer, entre outras atividades cotidianas.

Em um curso de serviço social a distância as aulas acontecem por meio de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) onde você tem acesso, via internet ou aplicativos, a conteúdos diversificados, como vídeos, apresentações, animações, textos, apostilas, etc. A ferramenta te dá possibilidade ainda de entrar em contato com professores e tutores, além de oferecer meios para que você interaja com outros colegas futuros assistentes sociais. E fique tranquilo, pois ao final da faculdade de serviço social ead seu diploma de nível superior será reconhecido no mercado de trabalho da mesma maneira de um curso presencial.

É bom ficar atento também as oportunidades de estágio na área, pois a partir do terceiro ano da formação acadêmica de assistente social, você precisará fazer um estágio obrigatório dentro da área do curso de serviço social a distância.

Depois de formado em uma faculdade de serviço social ead você será capaz de auxiliar as pessoas que de alguma forma não possuem acesso à cidadania, ajudando-os a resolver problemas ligados a educação, habitação, emprego, saúde, entre outros. Você ajudará no bem-estar físico, psicológico e social dos indivíduos em necessidade.

Quando você tiver seu diploma do curso de serviço social a distância poderá trabalhar em empresas privadas, órgãos públicos e organizações não governamentais (ONGs) fazendo a orientação, acompanhamento e desenvolvimento de programas de assistência voltados para diferentes públicos. Como exemplo, de indivíduos beneficiados com o trabalho de um assistente social podemos citar crianças em situação de risco, populações com poucos recursos financeiros ou afetadas por catástrofes naturais, idosos, refugiados, entre outros.

Existem muitas probabilidades de carreira para quem cursa uma faculdade de serviço social ead, os assistentes sociais diplomados podem atuar em escolas; faculdades; centros de saúde; sindicatos; entidades filantrópicas; creches; consultorias; centros de cuidado; entidades filantrópicas; ou até mesmo em órgãos públicos (ingressando através de concursos públicos ou cargos comissionados).