O que eu devo verificar antes de contratar um seguro de saúde?

Se você está pensando em contratar um seguro de saúde pela primeira vez, é possível que você tenha muitas dúvidas a este respeito, porque o contrato tem muitas variáveis a ter em conta para saber quais as coberturas têm, despesas que vai assumir, que os profissionais vão atender, etc.
Para tentar dar resposta a todas as dúvidas que possam surgir e esclarecer um pouco em que consiste um seguro de saúde explicamos hoje em que você tem que olhar antes de contratar um seguro de saúde.
Provisões das empresas
A provisão é a reserva que uma empresa realiza para poder fazer face às obrigações que contrai com seus segurados. Estabelece-Se para cada pessoa segurada e reflete o equilíbrio que deve ficar ao prestar seus serviços à pessoa segurada. Essa provisão nunca poderá ser negativa e é calculado com base nas garantias do contrato, a duração e a idade do segurado.
Digamos que na hora de contratar um seguro de saúde, temos que ter claro que a companhia realiza a provisão (em princípio, a farão, porque são obrigados a isso), e saber se é possível a montante, para poder comparar com outras empresas.
Períodos de carência
Os seguros de saúde costumam contar com períodos de carência que vale a pena conhecer. Estes períodos de carência são o tempo que deve passar desde que contratar o seguro até que você utilização de determinados serviços, que costumam ser os testes diagnósticos ou tratamentos complexos.
Se costuma ter acesso a testes de diagnóstico simples, como exames de sangue e urina, ultra-som, raios-x, etc., e a visitas médicas e até mesmo com os especialistas. Mas para coisas mais complexas, é necessário conhecer o período de carência, pois se não, a seguradora não cobre ainda. Por exemplo, se falamos de um parto, costumam se estabelecer 8 meses a partir da contratação. Em caso de radioterapia ou quimioterapia, podemos estar falando de 10 meses.
Preexistencias
As preexistencias são as doenças que uma pessoa sofre de, no momento de contratar o seguro médico. Estas doenças devem ser conhecidas pela companhia de seguros, pois a prima depende, em certo modo delas. Se omitem dados da empresa, poderá recusar-se a oferecer um serviço para uma doença que não estava previsto, em parte porque provoca um desajuste da provisão que já disse antes (pode ser negativa, porque o segurado requeira mais tratamentos de que a empresa havia calculado e reservado para ela, por causa voluntária do segurado, que não deu todos os dados).
O prémio de seguro
Um fator determinante na hora de contratar um seguro é o da prima, que nós vamos pagar, o preço, o que nos vai custar. É óbvio que temos que ter em conta para saber se é o que nos interessa ou o que buscamos. Para saber como se calcula o prémio de um seguro, você pode ler esse post em que explicamos há alguns dias: Como se calcula o preço de um seguro de saúde.
Serviços online ou de telemática
Os tempos estão mudando a marchas forçadas e muitas das consultas que antes se bem equipados, só indo ao médico agora podem ser facilmente resolvidas com uma consulta online ou telemática. Entrar em contato online com um profissional e enviar uma foto para receber uma orientação diagnóstica, ou simplesmente explicar seu caso para saber se é importante ou não ir ao médico, é um valor acrescentado que não deve passar despercebida.
Coberturas do seguro
Muita gente compara o seu seguro de saúde com o que foi contratado outra pessoa falando apenas do preço que você paga. Parece que quando alguém paga menos foi mais útil na hora de contratá-lo ou que essa seguradora é mais eficiente. Na realidade, o preço depende muito de as coberturas que oferece, e você pode contratar um seguro de baixo custo que, então, não nos cubra em situações em que precisamos de apoio. Há que saber em detalhe quais são as coberturas para poder ter uma referência clara sobre o que se vai contratar.
A equipe médica da seguradora
O quadro médico são os profissionais e centros que fazem parte do seguro contratado. Pode ser interessante saber qual é o quadro médico para ver se nos interessa um seguro focado em fazer isso, ou outra apólice que possamos ser atendidos por outros profissionais.
Se o seguro contratado é de co-pagamento
Há apólices de seguro, com co-pagamento, que são mais baratas, mas que implica o compartilhamento do segurado em visitas e tratamentos.